fbpx

voltar Criatividade 25/05/2020 Que tal se afastar dos babacas?

Paul Woods é um designer premiado, escritor e ilustrador que liderou projetos para empresas como Red Bull, Google, Morgan Stanley e Time Inc., entre outras. Em uma das agências de publicidade que ele comanda, em Los Angeles, onde também mora, há um pôster emoldurado na parede da entrada principal da empresa que chama a atenção. Quase todos que visitam a agência – de celebridades de Hollywood a banqueiros – comentam sobre o pôster e muitas vezes tiram selfies na frente dele. Projetado pelo designer e empresário Erik Spiekermann, o pôster diz simplesmente o seguinte:

“Não trabalhe para babacas. Não trabalhe com babacas”.

Paul escreveu um livro chamado “Como fazer um ótimo trabalho sem ser um babaca”, que vamos lançar no dia 10 de junho, mostrando como é possível ser competente e ter resultados sem precisar adotar práticas que até então eram tidas como importantes para o sucesso de uma empresa (como, por exemplo, trabalhar até tarde todos os dias, o que para ele deve ser uma exceção, não a regra). Ele criou até um manifesto para que alguns líderes se comprometam a não ser mais babacas (que inclui por exemplo deixar o ego em casa, ser direto, respeitoso e honesto com clientes e funcionários).

O isolamento gerou muitas reflexões na gente, e uma delas poderia ser sobre para e com quantos babacas trabalhamos, e de que forma podemos urgentemente começar a afastá-los da nossa vida (cuidado: se você não lembra de nenhum babaca ao redor, como brinca Paul, o babaca provavelmente é você, então chegou a hora de refletir sobre as atitudes que tem principalmente em relação aos seus parceiros de negócio). Porque é muito difícil que você se sinta alguém realizado profissionalmente ajudando quem não merece a ter sucesso. Isso não é ser competente. Isso não é ter sucesso. E isso um dia não fará bem a você. Afaste o quanto antes os babacas da sua vida. A quantidade de pessoas generosas e competentes (sim, é possível ter as duas coisas, como Paul mostra) que estão ao seu lado também é uma métrica de sucesso e de felicidade.

Como diz Warren Buffet: “Não é possível fazer um bom negócio com uma pessoa ruim.”

 

Uma semana sem babacas ao nosso redor!

 

#SegundaDaCriatividade #BelasLetras #BomDia

 

@guertlergustavo não é filósofo, não é psicólogo, não é palestrante, não é coach, não é guru do marketing, além de não ser mais um monte de coisas. Ele é gente, apenas – e às vezes vai para a Belas Letras trabalhar também.