fbpx

voltar Criatividade 03/02/2020 Onde estão os nós que te prendem?

Na Grécia antiga, certa vez o rei de Phrygia amarrou uma carroça a um poste com um nó muito complicado de ser desfeito. Os deuses então previram que, um dia, o homem que conseguisse desatar o nó se tornaria o grande conquistador da Ásia. Por muitos anos, várias pessoas tentaram mas ninguém foi capaz de desfazer aquele nó. Até que um dia Alexandre, O Grande, marchava com seu exército por Phrygia a caminho de Anatolia. Quando ele viu a carruagem presa ao poste e lhe contaram a lenda não pensou duas vezes: sacou sua espada e, simplesmente, cortou o nó.

Essa pequena história sobre Alexandre mostra que às vezes as coisas mais difíceis no mundo normalmente são resolvidas por meio de soluções muito simples. E como é importante a gente pensar fora da caixa. Quantas vezes nos vemos diante de uma situação que parece impossível de ser resolvida? Nem sempre um problema complexo exige uma solução complexa. Às vezes a resposta é mais óbvia do que parece. E a busca pela simplicidade é o que geralmente nos conduz à inovação. 

Muitas vezes as barreiras que nos impedem de avançar estão dentro de nós, não fora, como somos levados a pensar na maior parte dos casos. É para dentro que se olha primeiro, não para fora. E para fazer isso é preciso que a gente não tenha limites impostos para nós mesmos. Isso se chama auto-confiança. Onde anda a sua?

 

Boa semana!

#SegundaDaCriatividade #BomDia #BelasLetras

 

@guertlergustavo não é filósofo, não é psicólogo, não é palestrante, não é coach, não é guru do marketing, além de não ser mais um monte de coisas. Ele é gente, apenas – e às vezes vai para a Belas Letras trabalhar também.