fbpx

voltar Outras loucuras 25/02/2020 O que acontece quando você enfrenta seus medos?

O Dia 1 aqui na editora é um projeto criado para comemorar o aniversário de cada um da equipe de um jeito diferente. A empresa dá uma folga no dia do seu aniversário desde que… a pessoa faça algo que nunca fez na vida antes, é o dia de renascer para alguma coisa. Além de desenvolver a criatividade e abrir a cabeça para novas ideias, a gente também inspira uns aos outros! Olha só o que a Verena, do administrativo, decidiu fazer no aniversário dela, que é 25 de fevereiro. Parabéns!

“Decidi fazer uma imersão sem celular e sem contato algum com familiares e amigos. Fui desafiada a entender a função biológica das quatro emoções que norteiam a nossa vida: Medo, Raiva, Tristeza e Alegria, e ter consciência de como usá-las a nosso favor.   Foi um   treinamento para o desenvolvimento pessoal, autoconhecimento, liderança e inteligência emocional, voltado para a resolução de conflitos passados, para o desenvolvimento de recursos internos e para o alinhamento pessoal frente aos próprios objetivos. Tudo isso com o grande propósito de fazer com que as pessoas vivam a vida de uma maneira mais alinhada, de acordo com tudo aquilo que é importante para elas.

O que me motivou a participar da imersão? Na confraternização de final de ano da editora, no ano passado, optamos em passar o dia em um parque de aventuras. Fiquei muito nervosa quando me deparei com o arvorismo, era muito alto. A decisão foi difícil, mas a equipe da editora sempre me incentivou. Estava com medo, mas fui com medo mesmo. A sensação de terminar a prova foi gratificante. Fui para casa e comecei a refletir. Se não fosse essa atividade eu não iria desafiar os meus medos. Estava orgulhosa de mim! Então foi que decidi desafiar o meu autodesenvolvimento.

Chega o momento em que precisamos enfrentar os nossos medos, que não queremos mais viver uma vida ‘morna’ e que sabemos que podemos mais. Mas, por onde começar? Daí vem a vida e desafia você a fazer coisas que nunca havia feito antes, resgatando da tua zona de conforto. Sabe aquela velha frase ‘aprender, mudar e crescer dói’? Dói mesmo, mas precisamos ter coragem e persistência para sermos melhores que fomos ontem.”

 

Verena Borelli