fbpx

voltar Criatividade 29/03/2021 Como você tem explorado suas emoções?

Ficar em casa têm provocado sentimentos ruins em você?

Edvard Munch foi um pintor norueguês, considerado um dos pais do expressionismo, que produzia telas abordando temas difíceis como a solidão, a melancolia, a ansiedade e o medo. Uma tela de Munch poderia muito bem traduzir o momento que vivemos agora no Brasil, com todos nós afetados de uma maneira muito forte por notícias de mortes e a tristeza que sentimos com pessoas próximas a nós adoecendo e, em alguns casos, falecendo.

Munch registrou em seu diário, em 22 de janeiro de 1892, o momento em que estava caminhando em Oslo com dois amigos, quando ao atravessar uma ponte sentiu, sem razão aparente, um forte misto de melancolia e ansiedade.

Esse é o instante provável que o levou à criação de uma das telas mais conhecidas de todos os tempos, O Grito, que além do seu valor artístico, serviu de inspiração para muitas outras formas de arte, do cinema à música. No ano passado, especialistas encontraram uma frase escondida na obra, escrita pelo próprio autor do quadro: “Só pode ter sido pintado por um louco”.

Explorar emoções poderosas é uma maneira de aumentar o incentivo e a motivação. Muitos artistas e empreendedores são impulsionados em suas buscas não só pela sua curiosidade, mas por intensos sentimentos, inclusive a raiva, a tristeza, a alegria ou a frustração, como os que estamos vivendo agora. Muitos dos melhores poemas foram escritos em tempos de depressão. A criatividade não é inteiramente um ato cerebral: é aprimorada por fortes emoções, que são o combustível para ideias novas.

Sim, canalizar seus sentimentos para criar coisas pode ajudar muito no isolamento. Não precisa pintar uma obra-prima como Munch. Escrever um diário, colocar na cabeceira da cama um caderno da gratidão, cantar, tocar, desenhar (se for com a mão não preferencial, melhor ainda), rabiscar ideias, momentos e sentimentos, tudo isso não apenas estimula a criatividade, mas pode expressar aquilo que estamos sentindo e tornar a vida um pouco menos angustiante do que parece quando ligamos a TV. E isso é libertador.

 

Uma semana de muitas vacinas para nós!

 

Muito importante: as sugestões do texto, em hipótese nenhuma, substituem qualquer tipo de tratamento clínico ou médico. Se você não está se sentindo bem (mentalmente falando), a primeira coisa a fazer é procurar um profissional, ok?

 

#SegundaDaCriatividade #BomDia #BelasLetras