fbpx

voltar Música 21/02/2020 Banda Mötley Crüe foi referência para Rosa Tattooada

O ano era 1984. Eu tinha 15 anos e morava com minha família no Rio de Janeiro. Um amigo chamado Alexandre Néry, presidente do Brazilian Kiss Friends Club, me ligou dizendo: "Jacques, acabou de sair um disco de uma banda nova chamada Mötley Crüe, uma mistura de Kiss com Van Halen! Pode comprar que é f...".

Lembro que fui até a loja de discos mais próxima e pedi pelo álbum. Era então o recém lançado "Shout At The Devil", segundo disco da banda. O primeiro, "Too Fast For Love", só foi lançado meses depois no Brasil.

Já viajei no pentagrama na capa e, quando vi as fotos dos caras, pirei na hora! Mötley é uma fusão do Hard Rock, com Metal e Punk Rock. Por muitos anos minha banda predileta, depois do Kiss, e grande influência no começo do  Rosa Tattooada.

Curto a banda até hoje e tive a oportunidade de assisti-los três vezes ao vivo em Buenos Aires, em 2008 e 2011.

Long Live Crüe Heads! 

 

Jacques Maciel, vocalista da banda Rosa Tattooada

***

 

A história da banda mais depravada do rock’n’roll, finalmente, foi traduzida para o português. The Dirt: Confissões da banda de rock mais infame do mundo, escrito pelos integrantes do Mötley Crüe, Nikki Sixx, Vince Neil, Tommy Lee e Mick Mars, está disponível na nossa loja virtual. Esta obra é uma autobiografia da mais influente, duradoura e icônica banda de hard rock dos anos 1980.

Provocador e revoltante, este livro inclui centenas de fotos e um olhar sem precedentes e sem filtros das vidas dos artistas. A obra, com cerca de 450 páginas contém cenas explícitas de violência, sexo, drogas e histórias do submundo do rock’n’roll, por isso torna-se proibido para menores de 18 anos.