fbpx

voltar Criatividade 02/10/2019 3 dicas de como perceber as oportunidades que você tem agora

Pare de ignorar as oportunidades!

Imagine que você está embaixo de uma macieira, olha pra cima e não vê nenhuma maçã. A maior parte das pessoas pensa sobre as oportunidades da mesma forma. Como elas não aparecem pra elas fica a sensação de que alguém já chegou antes e pegou todas as maçãs.

Mas ainda há muitas maçãs, só que elas estão na parte de cima da macieira e de onde você está não dá pra ver. Mas se você tiver uma escada verá quantas maçãs há ali. Com as oportunidades é a mesma coisa! Enquanto algumas pessoas se queixam da escassez de oportunidades outras estão se fartando de tanto comer maçãs. Estão aproveitando as muitas oportunidades. A diferença entre se lamentar ou verdadeiramente prosperar está, portanto, na capacidade de perceber essas oportunidades.

Por isso eu vou te dar 3 dicas de como perceber as oportunidades que você tem agora.

 

DICA 1 – PRESTE ATENÇÃO NOS SEUS PROBLEMAS, POR MAIS BANAIS QUE ELES PAREÇAM

O problema que você tem, por mais banal que ele pareça, pode revelar uma oportunidade valiosa.

Um sujeito estava procurando algo no armário e encontrou um DVD que ele esqueceu de entregar na locadora e iria pagar uma multa por atraso na devolução. Indignado com essa situação ele decidiu criar uma locadora em que as pessoas não precisam devolver o filme nunca. Ela vale hoje 153 bilhões de dólares, a NetFlix.

Outro sujeito teve dificuldade em conseguir um táxi para ir pro hotel em um dia frio. Então ele resolveu criar uma maneira de fazer com que as pessoas não precisassem passar pela mesma experiência e criou um aplicativo que chama um motorista usando o celular. Esse aplicativo está avaliado em 82 bilhões de dólares, o Uber.

Outro sujeito estava andando pelo mato e quando chegou em casa viu que suas meias estavam cheias de carrapichos. Em vez de tirar e jogar fora, como todo mundo faz, resolveu prestar atenção no quanto eles eram grudentos. Decidiu criar um produto com base nisso, o velcro, que movimenta 260 milhões de dólares por ano.

Viu só? Problemas banais têm provocado o surgimento de impérios. Milhões de pessoas no mundo já passaram por essas situações, mas esses três sujeitos, ao invés de reclamar da vida, perceberam que esses problemas, por mais banais que parecessem, traziam valiosas oportunidades.

E você, quer aprender a descobrir as oportunidades que você já tem e não sabia?

 

DICA 2 – VÁ MAIS DEVAGAR, VOCÊ PODE ESTAR COM TANTA PRESSA QUE PASSOU PELA OPORTUNIDADE E NÃO VIU

Oportunidades andam de mãos dadas com as sutilezas. E para percebê-las é preciso estar em estado de atenção plena, para observar detalhes que os outros não estão vendo.

Conta a história que Newton descobriu uma das forças mais elementares da natureza quando notou uma sutileza: uma fruta que caiu no pomar.

Aconteceu o mesmo a um adolescente carente de um país pobre que buscava – e encontrou –uma maneira de acabar com as mortes provocadas pela seca que afligia seu país, num curto espaço de tempo e sem dispor de dinheiro ou recursos pra isso. A resposta estava numa revista caindo aos pedaços que ele estava folheando na biblioteca do seu vilarejo. Muita gente viu essa revista e não deu a menor bola.

O mesmo também aconteceu a um agricultor japonês que criou uma maneira de produz arroz sem precisar se matar de trabalhar cuidando da lavoura e sem usar fertilizantes. A alternativa veio quando ele estava caminhando e viu um pé de arroz que cresceu dentro de um buraco. A mesma planta que outras pessoas viram e não tiveram a sacada que ele teve.

Enquanto muita gente sentia o desejo de plantar hortaliças e reclamava por não saber onde arrumar espaço, outras pessoas perceberam que esses espaços estavam em cima de suas cabeças: no telhado de seus prédios, permitindo o surgimento de verdadeiras fazendas em plenas cidades.

Sua pressa pode ser justamente a causa que está te afastando da grande sacada que você precisa para criar as transformações que você busca. Comece a olhar as mesmas coisas de modo diferente e verá que está rodeado do que chamamos de ativos invisíveis que já podem ser usados pra alcançar as transformações que você busca.

 

DICA 3 - PRESTE ATENÇÃO NAQUILO QUE A MAIORIA DAS PESSOAS CONSIDERA DE POUCO VALOR OU SEM UTILIDADE

Estamos rodeados de alternativas e recursos que muita gente acha que não serve pra nada.

Uma aposentada brasileira chamada Zilda Arns prestou atenção nisso e encontrou plantas que as pessoas achavam que era mato, mas que tinham alto valor nutritivo e outros ingredientes como casca de ovo e semestre de abóbora. Com isso ela criou uma multimistura que reduziu em 90% a mortalidade infantil no Brasil, sem usar dinheiro, medicamentos, assistência médica ou doações.

Um cabeleireiro americano percebeu que os cabelos jogados no chão do seu salão de beleza eram uma ótima matéria prima para ser usada no processo de despoluição do mar atingido por vazamentos de óleo.

Um professor indiano percebeu que os 27 dólares que tinha no bolso eram suficientes para criar um banco que hoje empresta dezenas de bilhões de dólares. Você já parou para pensar em quais alternativas você está deixando escapar por acreditar que não são viáveis porque está agindo sob a influência desta mesma crença que atinge a maioria das pessoas que não vê utilidade nestas coisas?

Quer mais exemplos de como pessoas comuns como estas criaram grandes transformações usando recursos assim?

 

* Alex Bonifácio, um inconformado por ver tanta gente ignorando as maçãs que estão caindo nas suas cabeças

Criatividade
09/09/2019

Para onde você está olhando?

Criatividade
14/10/2019

O que te limita?

Criatividade
07/10/2019

Qual é a régua do sucesso?

Criatividade
30/09/2019

Qual é teu sonho?

Criatividade
23/09/2019

O que te faz feliz no fim do dia?

Criatividade
16/09/2019

Emprego de merda

Criatividade
02/09/2019

O que é ser produtivo para você?

Criatividade
19/08/2019

O que eu posso ganhar com isso?

Criatividade
12/08/2019

O que os inovadores têm em comum?