Assinantes do Som na Caixa pagam:

Saiba mais

Descrição

O aguardado (e badalado) livro de memórias do icônico baixista do Red Hot Chili Peppers chega ao Brasil pela Belas Letras. Em Acid for The Children, Flea conta a fascinante história de suas origens, dos altos vertiginosos aos baixos na sarjeta que você gostaria de ouvir de um rato de rua que se transformou num rock star mundialmente famoso. Por meio de anedotas hilárias, meditações poéticas e voos fantásticos ocasionais, Flea relata com habilidade as experiências que o forjaram como jovem artista e músico. Sua prosa onírica e influenciada pelo jazz faz a Los Angeles dos anos 1970 e 80 ganhar vida. Foi lá que o jovem Flea, buscando fugir de um lar turbulento, encontrou uma família na comunidade de músicos, artistas e junkies que também viviam à margem. Passava a maior parte do tempo em festas e cometendo pequenos delitos, mas foi na música onde encontrou um lugar para canalizar a frustração, a solidão e o amor. Isso o deixou aberto ao momento crucial em que ele e seus melhores amigos, irmãos de alma e comparsas tiveram a ideia de começar sua própria banda, que se tornou o Red Hot Chili Peppers. Acid For The Children é a estreia de uma voz literária estupenda, cuja prosa é tão espirituosa, divertida e imprevisível quanto o próprio autor. É uma história de formação sensivelmente nostálgica e uma carta de amor escancarada ao poder da música e da criatividade, de um dos artistas mais renomados do nosso tempo.

Quem amou amou também

  • Lançamento

    Bombando

    10% OFF

    mockup-johnny-marr-1-3
    KIT SET THE BOY FREE - JOHNNY MARR (EM PORTUGUÊS) A AUTOBIOGRAFIA DO LENDÁRIO GUITARRISTA DO THE SMITHS
    UMA JORNADA NA MENTE CRIATIVA DE JOHNNY MARR, MÚSICO QUE INFLUENCIOU UMA GERAÇÃO DE GUITARRISTAS DESDE THE SMITHS.“Nunca descobri por que me sentia tão atraído pela guitarra quando era criança e por que ela me acompanhou por toda minha vida. Ser guitarrista tem sido minha identidade, para o mundo e para mim mesmo. Tem sido desse jeito desde que vi a primeira em uma vitrine aos cinco anos, e não conheço uma vida diferente disso desde aquele momento.” Início da década de 1980, subúrbios de Manchester. O guitarrista jovem Johnny Marr bate à porta de Steven Morrissey, cantor semidesconhecido, alguns anos mais velho que ele, e o convida para fundar uma banda juntos. Desse encontro, nasce um dos grupos de rock mais famosos de todos os tempos: The Smiths. Poucas bandas tiveram tanto impacto quanto The Smiths e poucos músicos são tão celebrados quanto Johnny Marr. No entanto, A autobiografia não é apenas a história de uma das bandas icônicas dos anos 1980. É a história de um menino que cresceu em uma família irlandesa, operária e católica, que rapidamente descobre o poder da música e da arte. É a história de um adolescente que observa com curiosidade e entusiasmo as grandes mudanças sociais na Inglaterra pós-industrial, os movimentos da contracultura juvenil, os novos gêneros musicais — do glam rock ao punk e à new wave. E é também a história de um músico já maduro, que, após a dissolução, dos Smiths não tem medo de tomar novos caminhos. Desde então, Marr não parou de explorar os limites da música. Ele se juntou a bandas como The Pretenders, Modest Mouse, The The e The Cribs, além de ter colaborado com Hans Zimmer. Aqui, pela primeira vez, ele conta sua versão da história.Alternando memórias pessoais, insights musicais e reflexões sobre a sociedade e os costumes, esta obra é uma jornada em uma das mentes criativas mais férteis da música pop contemporânea. de R$ 84,90 por R$ 76,41
  • 30% OFF

    CAPA-ROADSHOW-2
    KIT ROADSHOW - VOLUME 2 - PAISAGENS E BATERIA: DE MOTOCICLETA NUMA TURNÊ DE ROCK
    “Faça cada minuto virar dois; um para ter a experiência, outro para saboreá-la”.Neil PeartDurante a turnê de trigésimo aniversário do Rush, a R30, no verão de 2004, Neil Peart:Fez 57 shows em 9 países,Para um público de 544.525 pessoas,Com 257 pares de baquetas utilizados,1 prato de 20 polegadas,3 pratos de 18 polegadas,6 pratos de 16 polegadas,2 pratos chineses e15 peles de tambor.Percorreu um total de 33.796 quilômetros,Visitou 19 países, Com 12 trocas de óleo,5 conjuntos de pneus,34 garrafas de The Macallan, 4 pacotes de Red Apples (com a ajuda dos companheiros de viagem).Anotou 18.617 palavras no diário.Um extravasamento imensurável de energia física e mental.Uma quantidade indeterminada de perda auditiva.Depois de tudo isso, o que restaria para o bis? de R$ 69,90 por R$ 48,93
  • 30% OFF

    mockup-slash-4
    KIT SLASH: PARECE EXAGERO, MAS ACONTECEU
    Em uma conversa informal, Slash conta a própria história desde as peripécias de infância até os momentos mais sombrios. Pela primeira vez, o ex-guitarrista do Guns N’ Roses revela o que há por trás da lenda: como a épica banda surgiu, como escreveram músicas que definiram uma era, como sobreviveram a turnês infinitas e loucas, como aguentaram uns aos outros – e, por fim, como tudo acabou. Esta obra é uma janela para o mundo de um guitarrista notoriamente reservado e um assento na primeira fileira da montanha-russa que foi a história de uma das maiores máquinas de rock, sempre à beira da autodestruição, mesmo em seu maior sucesso. Slash é tudo o que se pode esperar: engraçado, honesto, inteligente, inspirador, surpreendente… Em uma palavra: excessivo. de R$ 129,90 por R$ 90,93
  • Bombando

    30% OFF

    ROADSHOW-EBOOK
    ROADSHOW PAISAGENS E BATERIA: DE MOTOCICLETA NUMA TURNÊ DE ROCK VOLUME 1
    Uma turnê de rock vista pelo lado de dentro Ao longo de três décadas, o baterista, escritor e compositor Neil Peart pensou em escrever um livro sobre “a maior jornada de toda minha existência inquietante: a vida de um músico durante uma turnê de rock”. Finalmente, era chegada a hora certa, e a turnê certa… No verão de 2004, depois de três décadas, vinte discos de ouro e milhares de apresentações nos quatro continentes, o Rush embarcou numa turnê mundial para celebrar o trigésimo aniversário da banda. A R30 percorreu nove países, num total de cinquenta e sete shows diante de mais de meio milhão de fãs. De um jeito peculiar, Peart escolheu viajar de um show para o outro de motocicleta, percorrendo 34 mil quilômetros em estradas secundárias e rodovias. Roadshow traz à tona os esforços hercúleos de uma turnê internacional de grande magnitude, assim como o lado explorador de Peart por estradas, paisagens e cidadezinhas ao longo do caminho. Sua prosa evocativa diverte e leva o leitor para cada show e cada roteiro compartilhando reflexões ao mesmo tempo doces e pungentes engatilhadas pela paisagem que se desdobra infinitamente. Em parte livro de memórias sobre os bastidores da turnê, em parte diário com crônicas existenciais sobre suas viagens, Roadshow busca o show perfeito, a refeição perfeita, a estrada perfeita, além de uma satisfação elusiva e pessoal que surge somente diante do reconhecimento de que a viagem em si é o destino final. de R$ 64,90 por R$ 45,43
  • 50% OFF

    a-decada
    A DÉCADA DO ROCK: A FOTOGRAFIA DE MARK WEISSGUY WEISS
    Mark “Weissguy” Weiss estabeleceu um padrão incomparável para a fotografia de rock. Começando na adolescência, quando entrava sorrateiramente em shows com a câmera 35 mm de um vizinho, ele embarcou em uma carreira lendária que o levou ao redor do mundo, emplacando algumas das mais memoráveis capas de revistas e discos da história do rock. Nessa lista, você pode incluir nomes comoVan Halen, Ozzy Osbourne, Aerosmith, Mötley Crüe, Metallica, Guns N’ Roses, Bon Jovi, KISS e muitos, muitos outros. Com mais de 700 fotos, entrevistas inéditas e histórias do próprio Mark, A década do rock é um monumento à fotografia, às amizades e ao legado de um artista que ajudou a definir o rock dos anos 1980. de R$ 399,00 por R$ 199,50
  • Vivendo-como-uma-runaway-capa
    VIVENDO COMO UMA RUNAWAY
    “A MÃE DE TODO O METAL” REVELA TUDO “Uma crítica disse que éramos ‘garotas tentando agir como garotos’. Ela entendeu errado. Éramos garotas tentando ser melhores que os garotos. E eu estava determinada a fazer todos entenderem isso”. “A primeira heroína da guitarra do rock pesado” – Washington Post “Lita Ford é a guitarrista mais rock’n’roll que já ouvi. Nenhum músico, homem ou mulher, ficou melhor com uma Hammer Explorer do que ela.” – Slash “O relato da vida da única garota roqueira que tocava guitarra, mas que podia destruir os caras.” – Rolling Stone Empunhando sua inconfundível guitarra preta, Lita Ford destruiu os estereótipos de mulheres na música ao longo dos anos 1970 e 1980. Começou na primeira banda de rock feminina do mundo, The Runaways, depois partiu para uma carreira solo, conquistou um álbum de platina e dividiu o sucesso com Ramones, Van Halen, Mötley Crüe, Bon Jovi, Def Leppard, Poison e outros - e deu a Ozzy Osbourne seu primeiro sucesso no Top 10. Depois disso, a mãe do metal viveu mais de uma década de silêncio e escuridão, um casamento tumultuado que a deixou com a sensação de estar aprisionada e também isolada da cena do rock - e, de forma mais trágica - alienada de seus dois filhos. Mas ela não estava preparada para ir embora dos palcos definitivamente. Vivendo como uma Runaway é um mergulho transparente, eletrizante e, por vezes, devastador nas fantasias e na – frequentemente muito dura – realidade do rock’n’roll e da vida. Lita Ford revela a trajetória de uma pioneira que transformou rivais desconfiados ou assustados em colegas. E hoje é celebrada como “a primeira heroína da guitarra do rock pesado” (Washington Post). “Lita Ford, a arrasadora guitarrista da primeira banda de rock feminina do mundo, The Runaways, conta sua notável história em Vivendo como uma Runaway, um livro de memórias musicais cheio de aventuras.” - PARADE “Divertido, muitas vezes hilário... Deliciosamente detalhado... Ilimitado.” - PHILADELPHIA INQUIRER “Ford é uma contadora de histórias surpreendentemente habilidosa... Ela escreve de forma pungente.” - LOS ANGELES TIMES “Ninguém aproveitou mais a vida que a cantora de heavy metal Lita Ford.” - NEW YORK POST Tradução: Aline Naomi Sassaki R$ 79,90
-+