Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
17/04/2024

3 rolês aleatórios do Red Hot Chili Peppers em Out in L.A.

3 rolês aleatórios do Red Hot Chili Peppers em Out in L.A.


Em sua última passagem pelo Brasil, o Red Hot Chili Peppers viralizou nas redes sociais ao fazer alguns rolês aleatórios no país. O baterista Chad Smith foi visto em um show da dupla sertaneja Jorge e Mateus, tocando Legião Urbana em um bar no Rio de Janeiro e se apresentou com uma banda cover de RHCP em São Paulo. Já seus companheiros de banda Flea e Anthony Kiedis fizeram um passeio em um parque aleatório em São Paulo e conversaram com os fãs.

Essa atitude dos Chili Peppers pode parecer inusitada, mas a banda tem esse estilo de vida de “cair no rolê” desde muito antes do baterista Chad Smith fazer parte da formação do grupo.

No livro Out in L.A., lançamento inédito que chega ao Brasil pela Belas Letras no mês de abril, o autor Hamish Duncan aborda o primeiro rolê do Red Hot Chili Peppers na cena underground de Los Angeles em 1983. Os rolês aleatórios fazem parte da essência e do DNA da banda, já que é algo recorrente na história do grupo desde o início de carreira. Hamish cataloga os 30 shows que o Red Hot fez no ano de 1983, quando ainda estava formando seu repertório e ganhando notoriedade na cena musical de L.A.

Separamos 3 rolês aleatórios que você encontra no livro Red Hot Chili Peppers: Out in L.A.

Banido da casa de shows por fazer sexo no telhado

Em maio de 1983, Anthony Kiedis conseguiu ser expulso de uma casa de shows. O vocalista foi flagrado fazendo sexo com uma jovem chamada Germaine no terraço do clube Zero One. O músico foi banido de tocar lá novamente e acabou virando notícia na coluna da LA Weekly com a chamada “O mais recente cliente vetado do Zero é o gritador do Red Hot Chili Peppers, que foi pego afogando o ganso com uma fã pimentinha no terraço”. O rolê aleatório serviu para mostrar que o Red Hot já estava no radar da mídia e era digno de atenção.

A banda vestindo tangas com vibradores no palco

Em julho de 1983, no Kit Kat Club, na Califórnia, o Red Hot Chili Peppers foi surpreendido pela banda que se apresentou antes deles na casa. O Butt Cherries impactou o público com Cliff Martinez tocando com um absorvente saindo do traseiro e com o resto da banda usando tangas imitando pelos de gorila com vibradores pendurados. Os Chili Peppers sabiam que teriam que superar a performance da banda anterior e subiram no palco para fazer o bis completamente nus, apenas com meias envolvendo confortavelmente suas partes íntimas. Esse show se tornou um episódio clássico na carreira da banda, sendo lembrado até hoje.

Fumando um com o vocalista do Bad Brains

O Bad Brains sempre foi uma das maiores referências musicais para o Red Hot Chili Peppers. Em julho de 1983, no Club Lingerie, na California, os Chili Peppers fariam o show de abertura de seus ídolos. Antes do show, Flea compartilhou sua maconha com H.R., vocalista do Bad Brains. No final da apresentação do Bad Brains, o Red Hot foi convidado de volta ao palco para uma jam com seus heróis. Fica a dúvida se foi resultado da maconha que Flea compartilhou com H.R. ou apenas um gesto carinhoso da banda principal.

Para conhecer outros roles aleatórios que o Red Hot fez no underground de Los Angeles em 1983, não deixe de levar para a sua estante o livro Red Hot Chili Peppers: Out in L.A. e acompanhar a banda mais apimentada do rock em uma turnê de 30 shows.